Os árabes de olho no Brasil

A edição desta quinta-feira (04) do Publishing Perspectives traz uma entrevista com Bodour Al Qasimi, que lidera a missão de editores dos Emirados Árabes Unidos na Bienal Internacional do Livro de São Paulo (26/08 a 04/09). Na entrevista, Bodour fala que o seu país e os países da América Latina têm muito em comum: “nas últimas décadas, a América Latina viveu uma significante transformação social e econômica. Analfabetismo e pobreza – que negavam a muitos da região a possibilidade de experimentar o prazer da leitura e levaram muitos a acreditar que livros são artigos de luxo – caíram dramaticamente. Isso é muito similar a muitos países árabes, que vem experimentando um crescimento nos padrões de vida nas últimas décadas”, disse.

Bodour Al Qasimi lidera a missão de editores dos Emirados Árabes Unidos na Bienal Internacional do Livro de São Paulo | © Divulgação

Bodour Al Qasimi lidera a missão de editores dos Emirados Árabes Unidos na Bienal Internacional do Livro de São Paulo | © Divulgação

Ela apresentou dados das Nações Unidas que mostram que o intercâmbio comercial da indústria editorial entre os países árabes e os da América Latina bate US$ 1 milhão anuais, com 94% disso referente à exportação de livros do mundo árabe para a região. “Algo em torno de US$ 862 mil em livros são exportados anualmente dos países árabes para a América Latina. Os Emirados Árabes Unidos representam 83% desse montante. Os países da América Latina, no entanto, exportam algo em torno de US$ 60 mil para os países árabes”, demonstrou.

Em São Paulo, a missão comandada por Bodour tem por objetivo incrementar essa relação entre os países de cada uma das regiões geopolíticas. “Nós queremos explorar as chances de expandir as vendas de direitos autorais, bem como o desenvolvimento conjunto de programas de comércio com editores da América Latina, associações representativas da cadeira produtiva do livro e outros parceiros”, comentou.

Nunca é demais lembrar que tanto o Brasil quanto os Emirados Árabes Unidos estarão no foco das atenções do seminário The Markets (18/10) que antecede a programação da Feira do Livro de Frankfurt (19 a 23/10). Além dos dois países, o seminário vai debater Espanha, Filipinas, Holanda, Polônia e Reino Unido.

Share

أضف تعليقاً

لن يتم نشر عنوان بريدك الإلكتروني.